Blog

golden-gate

Que tal a ideia de uma caminhada por locais turísticos, acompanhado de um guia, conhecendo pontos de boa gastronomia? E se esses pontos de gastronomia forem lojas de chocolate? Sim, isso existe. E tive a oportunidade de testar um desses passeios em San Francisco, Califórnia, num lindo dia de sol.

Os EUA tem escrito uma história bacana no mundo do chocolate. E não estamos falando das marcas de consumo de massa, mas sim dos pequenos produtores de chocolate bean-to-bar (do grão até a barra), que fazem parte do chamado “new american chocolate movement”. Eles compram grãos de cacau diretamente dos países produtores e processam o insumo em pequenos lotes até chegar aos seus tabletes de chocolate amargo, com pouquíssimo açúcar, vendidos em embalagens de papel descoladas. Mas apesar da força dos tabletes por lá, também existem os chocolatiers que derretem chocolate para criar seus bombons gourmet. San Francisco tem uma grande concentração de ambos, produtores e chocolatiers, por isso é uma cidade interessantíssima para os chocolate lovers. 😉

O tour

O passeio dura cerca de três horas, iniciando na praça em frente ao Ferry Building Marketplace, passando pelo Financial District e terminando na Union Square.

É altamente recomendável ir de sapato baixo, estômago vazio e garrafinha de água na mão.

A guia começa com uma pequena explanação sobre o cacau e como isso tudo termina em chocolate. Em seguida começam as visitas às lojas. Estamos sendo esperados com pequenas degustações – que delícia! E claro, podemos fazer comprinhas com desconto.

A primeira visita acontece dentro do prédio do Ferry. O lugar faz qualquer gourmet cair de amores na hora: são dezenas de lojinhas lindas e muitíssimo bem decoradas de chás, vinhos, azeites, cogumelos, peixes, carnes, queijos, frutas, verduras, doces e claro, chocolates. Entre elas a respeitada Scharffen Berger (primeira empresa americana a produzir chocolate bean-to-bar em pequenos lotes e com altos teores de cacau) e a Recchiuti (chocolates finos, com maior variedade de bombons e trufas).

A próxima parada é numa discreta banca de revistas, a Fog City News, na Market Street. Lá dentro descobrimos a cereja do bolo: ali estão disponíveis os melhores chocolates do mundo, alguns bem difíceis de encontrar fora de seus países de origem, entre eles o francês Michel Cluizel e o italiano Amedei. É praticamente a segunda casa dos estrangeiros que moram na cidade.

E seguimos a caminhada, que permite apreciar (e fotografar) diversos ângulos do Financial District, onde a mistura do antigo com o moderno deixa o visual interessantíssimo.

E então chegamos ao New Tree, um espaço moderninho e charmoso com café e lojinha, tudo inspirado na natureza onde a maior preocupação é a sustentabilidade (eles neutralizam todo o carbono que consomem na fabricação dos produtos). Somos recebidos com chocolate quente e brownie, um carinho para um dia frio!

Depois dali paramos na Teuscher, marca suíça de chocolates que ficou famosa por fazer as trufas de champagne preferidas da Oprah. Sinceramente, achei o visual e a proposta bem datados. Sorry, Oprah!

E por fim chegamos à Cocoa Bella, nossa última parada, uma boutique com chocolates coloridíssimos vindos de diversos artesãos dos EUA e Europa.

Não preciso dizer que AMEI né? Recomendadíssimo se você estiver de bobeira por lá 😉

Saiba mais aqui:

The Gourmet Chocolate Tour

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.